Estágio MPE-PR 2013 – Vagas em Almirante Tamandaré



     

Os estudantes dos cursos de Direito que estejam devidamente matriculados e cursando a partir do 3º ano ou 5º semestre do curso, poderão participar do processo seletivo realizado pelo MPE-PR (Ministério Público do Estado do Paraná) para atuação junto a 2ª Promotoria de Justiça do Foro Regional de Almirante Tamandaré, situada à Região Metropolitana de Curitiba.

Quem desejar participar do processo seletivo poderá comparecer à Sede  do Fórum  da Comarca, no período de 14 de outubro de 2013 a 4 de novembro de 2013, durante o horário das 09h às 12h e das 13h às 18h, munido de cópia do RG e CPF, comprovante de matrícula e ficha preenchida. Os que não tiverem disponibilidade para inscrição presencial poderão fazê-la enviando e-mail para carolinafuriatti@gmail.com com os documentos solicitados no edital devidamente digitalizados.

Os inscritos serão submetidos à realização de prova objetiva que tratará de assuntos referente a Direito Penal e Direito Processual Penal que compreenderão a legislação extravagante vigente pertinente às matérias. As avaliações estão agendadas para o dia  de novembro de 2013 com início às 14h e aproximadamente 3 horas de duração.

Os aprovados que assumirem as atividades contarão com bolsa-auxílio de valor atrativo, além de benefícios como vale-transporte e auxílio alimentação. A jornada de estágio está firmada em 30 horas semanais, de segunda a sexta-feira.

O processo terá validade de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período de acordo com as necessidades da Promotoria de Justiça do Foro Regional de Almirante Tamandaré e do Ministério Público do Estado do Paraná.

As oportunidades de estágio garantes aos estudantes de nível superior, uma experiência previa com a realidade que tange a vida profissional futura, os alunos que realizam prática de estágio conseguem desenvolver uma visão mais apurada dos conceitos estudados, o que garante valorização do currículo profissional do estudante, além de abrir novas portas no mercado de trabalho.

Por Jaime Pargan