Programa de Estágio CPqD 2015 – Inscrições




Neste momento estão sendo recebidas as inscrições para o mais novo Programa de Estágio 2015 do CPqD, sendo esse um projeto que visa ajudar a vida de muitas pessoas que ainda estão estudando mais precisam obter experiência profissional e uma renda mensal.

As vagas que estão disponíveis são direcionadas para as pessoas que estão cursando o ensino técnico e superior de diversos cursos. Os interessados de todo o Brasil poderão fazer o cadastro do currículo.


São mais de 100 oportunidades de estágio, e para se inscrever é preciso estar cursando as áreas de Análise de Sistemas, Engenharia Elétrica, Administração, Ciências Econômicas, Sistema de Informação, Ciências Contábeis, Engenharia de Materiais, Engenharia da Computação, Ciência da Computação, Engenharia em Telecomunicações, Curso Técnico em Informática, Telecomunicações, Eletrônica, Mecatrônica, Mecânica, Química, Elétrica, Materiais e em Processamento de Dados.

De acordo com as informações da empresa, as inscrições estarão sendo recebidas até o dia 22 de agosto de 2014, e todos os interessados deverão enviar um currículo atualizado em anexo para o e-mail estagios@cpqd.com.br.

O processo seletivo vai ser feito através da triagem de currículos, prova de múltipla escolha para analisar os conhecimentos de cada um dos candidatos e entrevista pessoal com o gestor da empresa.


Todos os aprovados na seleção vão receber bolsa auxílio em um valor que é compatível com o mercado mais os benefícios que são convênio médico, cartão-refeição, seguro de vida e ônibus fretado.

A empresa deseja encontrar pessoas com criatividade e que tenham o desejo de crescer, pois existe a possibilidade de efetivação caso os profissionais se destaquem em suas atividades. Esse projeto vai ter a duração de 12 meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. 

Par a obter mais informações sobre esse processo seletivo, sobre o programa de estágio ou até mesmo ter acesso a mais dados da empresa, o ideal é fazer sua pesquisa através do site www.cpqd.com.br.

Por Josiane Fernandes de Jesus