Vagas de estágio abertas no MPF-AM



     

Se você está inscrito numa instituição de ensino superior e cursa Bacharelado em Administração e, além disso, mora no estado do Amazonas, então poderá ficar interessado no processo seletivo de estagiários do Ministério Público Federal do Amazonas. As oportunidades são para preenchimento imediato e também para a formação de cadastro reserva.

O MPF-AM está selecionando jovens para cumprir contrato de estágio no órgão. Os novos estagiários terão que desempenhar uma carga horária de 20 horas semanais, por dia o jovem trabalhará quatro horas.

O processo de seleção do MPF é o primeiro realizado neste ano. Quem estiver disposto a participar do processo que irá escolher estagiários para o Ministério deverá efetuar a sua inscrição através do endereço eletrônico do MPF responsável pela execução do concurso. O prazo de inscrição foi aberto recentemente, na última quinta-feira, 2 de outubro, e ficará vigente até o dia 8 de outubro.

Para concorrer às vagas o estudante deverá estar devidamente inscrito numa instituição de ensino superior devidamente registrada no Ministério de Educação e estar conveniado com o MPF do Amazonas. Além dessas exigências, o jovem precisará ter concluído no mínimo, 40% da carga horária do total de horas do curso. Quem estiver inscrito no concurso e não atender a esta última exigência, será desclassificado do certame.

Para fins de avaliação dos candidatos, serão aplicadas duas provas, uma objetiva e outra discursiva. As duas provas serão aplicadas no mesmo dia e no mesmo local, simultaneamente. Serão cobrados conhecimentos específicos. Durante as provas serão avaliadas a validade da argumentação, a lógica desencadeada durante a execução do texto, a consistência das ideias defendidas e a correta grafia tomando como base a norma ortográfica mais atual.

A convocação dos candidatos será feita mediante a ordem de classificação e de acordo com as necessidades do Ministério Público Federal do Amazonas.

O valor da bolsa oferecido para os novos estagiários é de R$ 800, além de R$ 7,00 diários cedidos como auxilio transporte.

Por Melina Menezes