Brasileiros podem trabalhar nos EUA nas férias de verão



Missão dos Estados Unidos oferece a universitários brasileiros a oportunidade de trabalharem nos Estados Unidos nas férias de verão.

A Missão dos Estados Unidos oferece a universitários brasileiros a oportunidade de trabalhar durante suas férias de verão nos Estados Unidos.

Os interessados devem estar cursando graduação (bacharelado e tecnólogo) em período integral e devem ter cursado, no mínimo, um semestre. Quem está com matrícula trancada não poderá participar do programa. É imprescindível que tenha inglês fluente – as entrevistas são todas em inglês, mas apesar disso, o próprio trabalho exige a fluência no idioma.



Os interessados devem conseguir o visto que os habilitam a participar do programa, logo a seguir devem procurar as vagas de trabalho e fazer a sua inscrição. Não há limites de inscrições e o candidato já deve ir para os Estados Unidos com seu trabalho já garantido.

A duração do programa é de 3 a 4 meses – sendo que o estudante tem até 30 dias após o trabalho para viajar e conhecer o país.



Mais informações sobre o visto necessário (o J1 SWT, quem tem de turista precisa tirar o J1) são dadas no site: j1visa.state.gov/programs/summer-work-travel.

A Missão dos Estados Unidos no Brasil realizou um bate-papo online na sexta-feira (25), falando tudo sobre os requisitos para o processo de solicitação e qualificação do visto para o programa Summer Work Travel (SWT). Você pode ver o bate-papo no site: https://www.youtube.com/watch?v=diOVFMR_2OE&feature=youtu.be.

Uma má notícia:

Infelizmente, o consulado norte-americano resolveu não permitir que os estudantes brasileiros sem férias por conta da greve dos professores federais participem do programa de trabalho temporário.

De acordo com o Summer Work & Travel, no seu regulamento consta que os estudantes não podem faltar às aulas, pois não têm permissão para isso, uma vez que devem cumpri-las.

Há um grupo de estudantes protestando pela decisão tomada pelo consulado, pois eles já haviam passado por longos processos seletivos e estavam ansiosos e na expectativa pelo início do trabalho e por viver essa experiência no exterior.

Por Elia Macedo

Leia também:  Estágio DPE-AL 2013

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *