Vagas de Estágio na Prefeitura de Manaus AM 2019




Prefeitura de Manaus, no Estado do Amazonas, firmou parcerias com a UEA e a UFAM para oferecer estágio aos alunos de graduação das duas universidades.

Uma das melhores parcerias acaba de ser fechada entre a Prefeitura de Manaus e duas das maiores universidades da cidade, a UEA – Universidade do Estado do Amazonas- e a Ufam – Universidade Federal do Amazonas. O anúncio oficial aconteceu na sexta-feira à tarde do último dia 18. Esse acordo vem beneficiar os alunos de graduação das universidades que agora poderão estagiar na prefeitura.

A medida vem sanar uma reivindicação antiga do alunado dessas universidades que reclamavam acerca da dificuldade de concluir seus cursos por falta de estágios disponíveis. Ficando impedidos assim de ingressarem no mercado como profissionais. Portanto, essa oportunidade é muito importante para os estudantes que agora poderão cumprir as suas horas de estágio obrigatório curricular, garantindo e facilitando a sua formatura.


Para o secretário-chefe da Casa Civil Arthur Virgílio Bisneto embora a quantidade de vagas possa parecer não muito grande, a contribuição que a prefeitura está dando para a formação desses estudantes não pode ser menosprezada. Uma vez que a dificuldade de se conseguir estágio é uma realidade social e econômica não apenas em Manaus, mas em todo o país.

Por ser estágio obrigatório é também não remunerado. Entretanto, acrescenta vivência real no mundo profissional, melhor preparo acadêmico com experiência prática e a possibilidade de viver um pouco a rotina da profissão escolhida a partir do segundo semestre.

Outro dado muito importante diz respeito aos gastos que a prefeitura, que têm restrição orçamentária, poderá vir a ter com esse projeto. Com relação às despesas Bisneto garante que não há com que os cidadãos se preocuparem pois esse acordo não representa nenhuma despesa significativa para os cofres públicos. E garante que a prefeitura poderá manter essa parceria sem dificuldades e sem comprometer nenhum serviço público. Tudo está dentro da precisão orçamentária, declara Bisneto.


A prefeitura já mantém várias parcerias com as universidades particulares e agora está quase dobrando o número de estagiários com a inclusão, inédita, das universidades públicas.

Quem pode pleitear uma vaga? Os alunos da UEA e da Ufam a partir do segundo semestre de qualquer curso. Foram contemplados todos os cursos que incluem o estágio obrigatório como condição para conclusão do curso.

O estagiário deverá ser indicado pela universidade para permanecer sob a orientação de um professor e de um servidor. O estágio tem uma carga horária semanal que varia entre 20 a 30 horas num período de 6 meses, podendo se estender até 2 anos.

Essa variação se deve a definições das próprias universidades em relação a cada curso. Essas definições se juntam com as demandas e ajustes da Semad, dentro do departamento de Supervisão Geral de Estágio. Será esse órgão da prefeitura que fará a alocação dos estagiários nas diferentes secretarias do município de Manaus.

Segundo o Reitor da Universidade do Estado do Amazonas Cleinaldo Costa, quando os alunos ingressam nas disciplinas profissionalizantes precisam, obrigatoriamente, iniciar um estágio. Portanto, já existe uma necessidade a ser sanada com essa parceria, uma espécie de demanda aguardando ser provido ou amparado.

Na Universidade do Estado do Amazonas os alunos de 47 diferentes cursos serão beneficiados. E na Universidade Federal do Amazonas serão 117 cursos atendidos que possuem como requisito de conclusão de curso o estágio obrigatório.

O programa de estágio de 2019 da Prefeitura garante, através de um Termo de Cooperação Técnica assinado pelas partes, um contrato de cinco anos, mas com caráter permanente. E isso garante que mesmo após o término da gestão do atual prefeito Arthur Virgílio Neto o próximo prefeito mantenha esse acordo, não apenas com as faculdades públicas, mas com todas as demais. A prefeitura já mantém 2.218 estágios remunerados, promovendo inclusão social e profissional dos estudantes manauense.

Por Cristiana dos Santos

Estágio