Vagas de estágio abertas no TJ-MT



O prazo de inscrições para o processo seletivo para estagiários do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) foi prorrogado até o dia 3 de agosto (domingo). O certame visa à seleção de vários estudantes de nível médio e superior, garantindo a presença de estudantes de outras áreas, além do curso de Direito.

Ao todo são 179 vagas para cadastro de reserva para convocação de acordo com a demanda do órgão. A jornada de estágio é de seis horas diárias. Os aprovados terão direito a bolsa-auxílio nos valores de R$ 847,50 (nível superior) e R$ 678,00 (nível médio), além de auxílio-transporte no valor de R$ 125,40.



As vagas são destinadas aos cursos de Tecnologia da Informação (em suas diversas especialidades), Administração de Empresas, Direito, Ciências Contábeis, Tecnologia em Gestão de Eventos e Cerimonial, História, Comunicação Social (Publicidade e Propaganda e Jornalismo), Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Gestão de Pessoas, Gestão Pública, Arquitetura e Urbanismo. Ainda há oportunidades para estudantes do ensino médio e de enfermagem (curso profissionalizante). Para participar é necessário estar matriculado e frequente a partir do segundo semestre para os candidatos de nível superior e a partir do segundo ano para os candidatos de nível médio.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente, no site do TJ (www.tjmt.jus.br) na barra “Serviços” – Seleção de Estagiários. Os candidatos serão avaliados por meio de prova, que terá 40 questões objetivas de múltipla escolha. Ela ainda não está agendada, mas é certo que será realizada em um domingo, no período da tarde. Os locais e horários de aplicação da prova serão disponibilizados no site das inscrições, bem como o conteúdo da prova.



Fábio Mendonça, gerente de Concursos do Tribunal de Justiça afirmou “O cadastro de reserva é para 179 vagas”. “Abrimos o processo seletivo apenas como cadastro de reserva, tão logo nós tenhamos cumprido o cadastro de reserva anterior, nós daremos início à convocação dos candidatos aprovados, o que acontecerá ao fim desse processo seletivo, com certeza”, concluiu.

Por Robson Quirino de Moraes

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *